Patrícia Vilela

Atriz e diretora, bacharel em Artes Cênicas. Faz diversos trabalhos em novelas e seriados para a TV, atriz da temporada Malhação 2012/2013 na Rede Globo, personagem Raquel e as novelas "Esmeralda", direção de Henrique Martins; "Cristal", direção de Del Rangel e Herval Rossano, do SBT e o seriado “Pista Dupla”, com direção de Atílio Riccó. Séries: "Minha Vida é Uma Novela", direção, Del Rangel; SBT (2006) Câmera Café, “A Fêmea na Jaula” com direção de Jaques Lagoa, SBT (2007). No teatro, trabalhou com importantes diretores e dramaturgos, como Roberto Lage, em "Escola de Mulheres", de Moliére; Alberto Guzik e Sérgio Roveri, "De Alma Lavada"; "Sinceramente", de André Fusko; Rodolfo García Vázquez (Cia Satyros), em "Os Cantos de Maldoror"; "Pacto de Sangue" - Melodrama para Marionetes e Silhuetas de Ramón Del Valle-Inclán; Sérgio Britto, em "Carmen", de Bizet; Maurice Vaneau, em "Aida”, de Giuseppe Verdi; Carlos Porto de Andrade Jr. em "Festim Diabólico", de Patrick Hamilton; "Urfaust", de Goethe; Fernando Peixoto, em "Vidas Calientes"; Ivam Cabral, em "Safo"; Mário Bortolotto, (Cemitério de Automóveis) em "A Pior das Intenções” e “Whisky e Hambúrguer”, com texto e direção de Mário Bortolotto, dividindo a cena com o dramaturgo; “O Encontro das Águas”, de Sérgio Roveri e direção de Leonardo Miggiorin; “Dark Room”, de Mário Viana e direção de Aimar Labaki; “Refluxo”, de Ângela Ribeiro e direção de Eric Lenate; “Do Que Falamos Quando Falamos De Amor”, de Lucas Mayor; “O Rei de Sodoma”, de Fernando Arrabal com direção de Rodolfo García Vázquez e Dan Nakagawa; “O Santo Inquérito", de Dias Gomes.


Cinema: Longa-metragens: “Whisky e Hambúrguer”, de Caue Angeli (2015); “SP: Crônicas de uma Cidade Real”, de Elder Fraga (2017). “O Grande Poeta”, de André Mattos (2019). Curtas Metragens: "Réquiem", "Madalena", “Nóia” - Um Dia No Limite”, "O Homem Perfeito e Outras Mentiras", "Versus", "Olho Mágico", "Dark Angel".


Links de trabalhos na internet:

https://www.imdb.com/name/nm1872242/

https://www.youtube.com/channel/UCuWg9_qCbF2WUE-pRWe9Y2w


Professora de Interpretação para TV na Escola de Atores Wolf Maya (2007/2018). Professora de interpretação teatral e TV no Projeto CINE FAVELA, em Heliópolis.


Preparadora de atores para séries, novelas e teatro.


Dirigiu os seguintes espetáculos:Teatro Mágico”, de Ivanise Garcia inspirada na obra "O Lobo da Estepe", de Hermann Hesse (1993); “Taxi Drive-In”, de Alexandre Bamba (2002); “Eddie Cosby”, de Mara Carvalho com Júlio Rocha (2002/2003); “Tudo Por Ela”, de Mara Carvalho com Júlio Rocha (2014); “Marcelo Jorge é Marwem HD” (2019) “Velórios” de Sérgio Roveri, Ivam Cabral, Mário Bortolotto, Mário Viana e Jarbas Capusso Filho (2019); “CDP 201- Audiência de Custódia” (2020). "Cães de Rua", texto e direção de Patrícia Vilela que teve estreia presencial em março de 2022.


Coordenadora do curso "O Cinema de Almodóvar com aulas de atuação" - Oficinas Culturais (Oficina Cultural Oswald de Andrade) - através da Poiesis e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. (2020)


Fundadora e diretora da COLAATORES desde 2019. Site: COLAATORES


Prêmios e Indicações:


-Prêmio de Melhor Atriz no Festival RIMA (Rio International Monthly Awards) pelo curta-metragem “Nóia-Um Dia No Limite” - 2021. Assista o curta: “Nóia - Um Dia No Limite”


-Prêmio de Melhor Atriz no I FESTIVOU AUDIOVISUAL INDEPENDENTE BRASILEIRO de Brasília, pelo curta-metragem “Nóia-Um Dia No Limite” - 2020.


-Prêmio de Melhor Atriz no II Festival Internacional de Cinema Fantástico POE SJC, pelo curta-metragem “Nóia-Um Dia No Limite” - 2017.


-Prêmio de Melhor Atriz no “Festival World Cinema Festival” de Los Angeles pelo curta-metragem “Nóia-Um Dia No Limite” - 2016.


-Indicação ao Prêmio de Melhor Atriz pelo curta-metragem “Nóia-Um Dia No Limite”, no Malta Short Film Festival - Malta - 2016.


-Indicada ao troféu Gralha Azul para Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por "Os Cantos de Maldoror" - 1998.


-Atriz revelação indicada por jornalistas paranaenses pelo trabalho como atriz no monólogo "Safo", de Marguerite Yourcenar - 1994.


-Menção Honrosa pelo trabalho como atriz em "O Santo Inquérito", de Dias Gomes - 1989.

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image